O vento é bom

vento

Defesas naturais e emocionais se alertam quando o vento sopra forte. Naturalmente. São precauções para atitudes certas. Seria irracional menosprezá-las. Alterações no meio natural, ou espiritual, mostram-se fortes diante de nossas defesas. Corremos para o abrigo, em busca de solução urgente; corremos por socorro e pedido de ajuda, conscientemente. Corremos, por que não queremos, sob hipótese alguma, ser abalados. E Deus usa o vento. Principalmente o vento, embora nos prove na água e no fogo; mas o vento…

O vento derruba uma casa edificada na areia, seja forte, adornada ou bonita. Mas não derruba a edificada sobre a rocha, seja simples ou humilde. Quando ele nos manda um vento forte, sabe que podemos suportá-lo. Hilariante! Como sabe? As vezes nem a gente sabe! E ainda prova-nos que podemos suportar. Colocamo-nos em suas mãos e ele não nos provará? Que fiz? Nada que ofendesse a santidade divina! E Jó (Jó 1.1)? Não “era este homem íntegro, reto e temente a Deus e desviava-se do mal”? A ele veio um forte vento! Por isto mesmo! O vento é bom, mexe com raízes, que se prolongam e se aprofundam, para sustentar a boa temporada de descanso, prosperidade e paz… vindo a caminho!

Isac Rodrigues

Cevide

View more posts from this author

Compartilhe em sua rede social, blog ou site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *