O jovem Jesus

O jovem Jesus

(Mensagem do filho Isac Correa Rodrigues)

Quando fazemos menção de jovens tementes a Deus na Bíblia, sempre lembramos de personagens como Daniel, Samuel, José ou Davi, entre outros. Com certeza eles foram exemplos de que é possível passar pela juventude sem negar a Deus. Entretanto, todos eles ainda foram imperfeitos. Hoje eu quero falar sobre a adolescência e juventude de um homem diferente de todos os anteriores. Apresento a vocês o jovem Jesus.

Em Lucas 2:41 a 49, o escritor nos conta que José e Maria iam todos os anos a Jerusalém, saindo da Galiléia, para comemorar a festa da Páscoa. Ao completar 12 anos, Jesus foi junto com seus pais a Jerusalém. Na volta para casa, devido a multidão de viajantes, José e Maria perdem o contato com Jesus, mas pensam que ele deve estar em meio à multidão. Depois de um tempo de viagem, ainda não tendo visto o adolescente Jesus, começam a procurá-lo. Não encontrando entre conhecidos, os pais de Jesus voltam a Jerusalém. Chegando lá, uma grande surpresa: Jesus estava no Templo, entre os mestres da Lei. Ele fazia e respondia perguntas sobre a Palavra de Deus. Os rabinos estavam perplexos com o entendimento daquele rapaz.

José e Maria, aflitos, finalmente encontram Jesus. Ele então lhes pergunta: “Por que vocês estavam me procurando? Não sabiam que eu devia estar na casa de meu Pai?”

A adolescência é o momento em que a pessoa descobre sua própria individualidade. Nessa passagem Jesus dá uma amostra clara de que está se afirmando como indivíduo. Agora, com 12 anos, estava claro que ele havia começado a fazer seus próprios juízos, a usar sua própria inteligência e consciência. A Bíblia diz que ele era submisso em tudo a seus pais. Mas agora Jesus sentia necessidade de estar sozinho. Não era mais o garotinho que brincava com outras crianças. Ele precisava de tempo para refletir, para pensar sobre sua própria existência. Na cabeça do jovem Jesus começavam a se travar as primeiras batalhas.

Mas há algo especial nesse ocorrido. O mais interessante é observar que, longe de seus pais, Jesus foi nada mais nada menos do que para o Templo em Jerusalém.

A adolescência é também o momento de despertar para a dor do mundo. E Jesus começou a compreender exatamente isso. Talvez ele tenha visto, pela 1ª vez em sua vida, as injustiças na grande Jerusalém, cidade que todos chamavam de santa. Talvez ele estivesse atônito com os mendigos nas ruas, ou com os comerciantes dentro do Templo. Jesus começou a sentir a dor da humanidade na adolescência! E certamente, começou a entender que tinha uma missão que não seria nada fácil.

Querido jovem e adolescente… Ao se deparar com a realidade da vida, para onde você vai? O que você pensa? Será que você vai ouvir música? Vai ver um filme? Vai para a internet? Dessa vez, Jesus não se retirou para sair com os amigos ou jogar video-game. Ele foi para o Templo. Ele foi para a Habitação de Jeová. A verdade é que Jesus foi se encontrar com seus próprios dilemas. Foi buscar respostas a suas próprias perguntas. E Jesus foi procurar essas respostas na Palavra de Deus. Muitas vezes o adolescente é incompreendido por seu excesso de energia e suas atitudes inconseqüentes. Em outros momentos, por sua quietude. Mas esses são sinais de que mil perguntas e inseguranças fervem em sua mente. Jesus, com 12 anos, certamente tinha os seus próprios dilemas.

Pais e mães que me escutam, quando o seu adolescente sai do seu campo de visão, você sabe onde ele está? Maria pensava que Jesus estava na multidão, mas ele estava em Jerusalém. Quando seu filho está distante de você, você sabe o que ele está fazendo? Você sabe com quem ele está? Você ora por seu filho?

Você tem levado seu filho para a escola dominical? Você ensina o caminho em que ele deve andar? Se ainda não, torne-se a partir de hoje o mestre de seu filho. Torne sua casa um Templo. Discuta com ele sobre a Bíblia. Venha com ele aos cultos de ensino. Seja exemplo de pessoa que cumpre a Palavra com a própria vida.

José sabia da importância de ser exemplo, tanto que levou Jesus ainda com 12 anos para a principal celebração espiritual do seu tempo.

Mas a juventude de Jesus não termina aí. Aquele adolescente voltou para sua casa em Nazaré. O que iria ocorrer nas próximas quase 2 décadas de sua vida não está registrado. A Bíblia diz somente que Jesus crescia em sabedoria, estatura e graça. Jesus certamente passou esse tempo estudando a Palavra, orando e trabalhando. Era carpinteiro, o que nessa época também abrangia o ofício de pedreiro e artesão. Jesus, cheio de vigor da juventude, era quem apoiava as mãos já cansadas de José no trabalho.

Anônimo por tantos anos, o agora jovem Jesus começa a pregar. Aquele adolescente franzino desponta na Judéia como o moço mais ousado, amável e justo do seu tempo. Esse era um jovem que havia passado por todas as tentações e vencido todas. Sua mensagem era diferente de tudo que já se ouvira. As pessoas o procuravam e saíam curadas, libertas e salvas. Jesus foi o jovem que mudou a história.

O que você quer para o futuro de seu filho? Espera que ele seja só mais um no mundo? Jesus foi o esperado de todas as nações. Você, jovem, não gostaria de também ser um portador de esperança? Há pessoas em trevas hoje, nesse exato momento. E essas pessoas esperam por alguém que lhes traga alívio.

O apóstolo João diz que nós, jovens, somos fortes e já vencemos o maligno. Como ele sabia disso? Porque ele havia convivido com o jovem Jesus. Jesus sabia que aquelas perguntas, feitas há tantos anos lá no Templo entre os mestres, eram parte de um projeto maior. Depois de anos de batalhas vencidas, Jesus sabia que teria que voltar a Jerusalém, pela última vez. Tudo o que Ele tinha aprendido em sua juventude, fazia agora com que ele enxergasse em detalhes sua missão.

Na volta para Jerusalém, ele sabe que não irá se reunir com mestres, mas irá se juntar a malfeitores. Ele também sabe que não será sua sabedoria que deixará todos boquiabertos. Mas a vergonha da cruz, num espetáculo horrendo de dor e humilhação.

Dessa vez José e Maria não podem encontrá-lo. Dessa vez Jesus não tem argumentos. Ele também não tem perguntas. Dessa vez Jesus só tem a solução. O jovem Jesus é forte o suficiente para dar sua própria vida por amor a você.

Especialmente você que é jovem ou se sente como tal. Você quer ser como Jesus? Talvez os seus dilemas façam você beirar a loucura. Mas Jesus, desde sua tenra idade, também passou por isso e venceu. E ele mostrou que esses embates se convertem em mais força para caminhar. Prezado pai que me ouve, você quer que seu filho seja luz nesse mundo? Então ore comigo nesse momento.

Meu pai querido, em nome de Jesus eu me coloco na tua presença.

Te agradeço pelo teu amor e peço agora que tu traga pra junto de ti todos os jovens e adolescentes que estão perdidos nessa cidade.

Se existe algum pai preocupado com seu filho, peço que agora o Senhor venha consolar o seu coração e trazer esse filho para Tua casa.

Que o Senhor possa levantar uma geração de jovens cheios do Teu amor, seguindo o exemplo de Jesus, que sejam luz para esta Terra.

Obrigado Meu Deus por tudo, fica conosco na continuação deste dia. Amém.

(Mensagem do programa “A voz da Assembleia de Deus”, pela Rádio Esmeralda, em Fev/2012 – Vacaria, RS)

Cevide

View more posts from this author

Compartilhe em sua rede social, blog ou site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *