Criou-me para saber

criou-me-para-saber

(Reflexão)

Ele criou-me para que, eu mesmo, soubesse de sua existência, soubesse de sua vida, soubesse que é o próprio Amor, que ama, e que me ama! Fez-me, eu mesmo, para que soubesse que é real, real para sempre, que pela sua realidade pudesse também saber que nunca mudou, nunca voltou atrás, nunca errou, nunca se arrependeu. Para que eu soubesse que é o ser mais precioso que existe, de eternidade a eternidade! Que tem glória envolvente, seja em seu trono, seja num deserto. Que sua presença é o remédio de todos os males, seja ao que o espera, ou ao atribulado de coração. E que se todos o vissem de verdade, veriam que seria diferente de tudo o que pensa o mundo.

Criou-me para saber que há projetos. Projetos para cada vida que fez. E que pelos projetos, cada um fosse feliz. Para saber que escreveu uma história. Uma história intrigante, com detalhes, surpreendente, e cheia de emoções.

Criou-me para saber que eu devo de olhar para ele, esperar nele, me alegrar nele, confiar nele e nunca duvidar do que diz ou do que faz em meu favor. Para que, eu mesmo vivendo, ou mesmo morrendo, seja a minha esperança e meu maior motivo de fé. E quando tudo terminar recomece com ele, com a vida que é, para sempre e eternamente.

Isac Rodrigues

Cevide

View more posts from this author

Compartilhe em sua rede social, blog ou site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *