Acessando o Salmo 23 – Parte 06

acessando

(Mensagem/estudo)

O VALOR DA PALAVRA DE DEUS – verso 2 (b)

“Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas”, Sl 23.2

II – A SÁBIA DIREÇÃO

1. A mansidão de Jesus – A direção sábia de Deus para as nossas vida está intimamente ligada à mansidão de Jesus. Jesus é Deus, é Amor; tudo o que Ele fez, faz ou fará é pelo Amor e para o Amor. O amor conduz, o amor leva ajudando, o amor mostra o verdadeiro caminho. O amor é Deus, Deus é amor, Jesus é o caminho, logo o caminho é o amor. Aquele que ama deve ser paciente e manso. Aquele que se submete, se humilha, é impossível ser outra coisa sem o amor, e assim é também paciente e manso. Não há paciência nem mansidão sem a virtude do Amor.

Jesus, o que guia, é manso. Ele mesmo diz: “aprendei de mim que sou manso e humilde de coração”, Mt 11.29. A mansidão de Jesus anda de mãos dadas com seu poder de direção – a maneira como ele guia os seus filhos sobre a terra, no caso do verso em estudo. Esta ligação entre mansidão e direção é revelada aqui. Para se chegar à Palavra de Deus, o Espírito Santo nos guia até ela. O Bom Pastor dirige mansamente. A mansidão fala de confiança e humildade na esperança, enquanto a direção divina prevalece sobre todas as nossas decisões. Quem se deixa guiar pelo Senhor, não se anima a tomar decisões próprias, nem precipitadas. Em nossa vida de peregrinação tudo gira em torno da esperança. O Bom Pastor sustenta aquele que tem firme convicção na esperança. Por ser manso, o Bom Pastor nos ensina a sermos mansos porque traz as seguintes bênçãos: posse da herança, Sl 37.3,11; Mt 5.5; abundância de alimentos, Mt 6.25-32; vida permanente, Sl 37.10. Diz a Palavra: “Os mansos herdarão a terra”, verso 11.

2. As águas tranquilas – Águas que se agitam violentamente opõe-se à tranquilidade das ovelhas. Aqui, águas falam da Palavra de Deus e da operação do Espírito Santo. A Palavra de Deus deve ser pregada sem tempestade ou ameaças. Deve ser pregada com amor e unção (autoridade). É a Palavra que vai operar no coração das pessoas para que tomem atitudes de compromisso com Deus. É a Palavra que vai resolver os problemas dos que depositarem fé no Senhor. A ovelha não bebe água agitada. Não há cristão que goste de ouvir palavras ameaçadoras; se a Palavra de Deus traz paz (“muita paz têm os que amam a tua lei, e para eles não há tropeço”, Sl 119.165) como ela deverá ser pregada como quem espalha vento para colher tempestade? O Bom Pastor dá o maior exemplo de Alguém preocupado em conduzir o seu povo até junto das fontes da Palavra de Deus. O Bom Pastor não vai conduzir seu rebanho ao mar agitado da vida, pelo contrario, tira o seu povo do mar bravio, acalmando o mar. Temos que continuar a aprender com Ele. Afinal, Ele é o tema principal e ins-pirador das verdadeiras pregações. Ele é a fonte da Água da vida, Jo 4.10,14. Sua vida nos inspira ao sossego.

Deus o abençoe ricamente.

Isac Rodrigues

Cevide

View more posts from this author

Compartilhe em sua rede social, blog ou site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *