A minha graça te basta

A MINHA GRAÇA DE BASTA

– Senhor, afasta de mim este espinho na carne.

– Não, Paulo. Eu o deixo com você.

– Senhor, foi obra de Satanás!…

– Melhor: “Mensageiro de Satanás”.

– Tu concordas que ele me tente?

– Sim, para que não te ensoberbeças com a grandeza das revelações que a ti tenho dado. Lembra-te de Jó. Homem íntegro, reto e temente a Deus e desviava-se do mal. Porque ninguém há na terra semelhante a ele. Satanás me pediu que eu tocasse em tudo quanto tinha. Eu disse a ele: Eis que tudo quanto ele tem está na tua mão; somente contra ele não estendas a tua mão.

– Mas…

– …Ele te esbofeteia, a fim de que não te exaltes. Satanás tentou a Jó, e por isto recebeu o dobro de todos os seus bens. Também tentou a mim no deserto e eu ganhei para ti o céu. A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, gloria-te nas tuas fraquezas, para que em ti habite o meu poder. Sinta prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor a mim. Porque quando estiveres fraco então serás forte.

Isac Rodrigues

Cevide

View more posts from this author

Compartilhe em sua rede social, blog ou site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *