Já sou um missionário!

Uma pequena grande história missionária extraída do Informativo “Círculo de Oração”, nº 60, Porto Alegre, RS

Josias, um menino de cinco anos de idade, filho do Evangelista Max e Luciana Fernandes (Porto Alegre, RS), ouviu através do rádio, um apelo para auxiliar crianças da Amazônia. Ficou muito comovido e buscava meios para ajudar a obra missionária.

Certo dia veio correndo falar com seus pais, muito satisfeito, pois descobrira uma forma de contribuir para a missão. Sua cachorra Nicole esperava filhotes e ele decidira doar um para auxiliar os missionários.

O tempo passou e sua mãe pensou que ele esquecera o propósito feito, ainda mais que naqueles dias estavam envolvidos com a mudança da família para Porto Alegre. Mas não, o propósito estava muito firme: um cachorrinho seria da missão.

Nicole, a cachorra, ganhou dois cachorrinhos. Eram fofinhos e muito lindos, mas um em especial, branco e preto, chamava a atenção pela graça e peraltice. Sem nenhuma dúvida, foi o eleito por Josias para a tão esperada oferta.

Aproximava-se a tão esperada Manhã Missionária no Distrito Partenon, e, por esquecimento dos pais, não trouxeram o cãozinho para a oferta habitual. Quando a salva passou, o menino se deu conta que não trouxera a “sua oferta”, começou a chorar convulsivamente. Nada o consolava.

Quando o cachorrinho foi trazido à igreja, uma jovem o comprou e sua oferta seguiu para a África, para alegria do menino. Tão logo a missionária Marlene Alves soube da história de Josias, manou e-mail agradecendo e contando que aquela oferta servira para comprar ventiladores para a sala de culto das crianças. Exultante, Josias afirmou: “Que bom, agora as crianças já não vão mais morrer. Já sou um missionário!”.

Cevide

View more posts from this author

Compartilhe em sua rede social, blog ou site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *