Esta Palavra…

Você já teve aflições em sua vida? Se você é um cristão sincero já experimentou o que Jesus disse: “Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo”, Jo 16.33.

Numa de minhas manhãs, só Deus sabe o quanto se aprofundou em minha alma essa realidade das aflições. Tentei disfarçar o temor com outras coisas procurando alternativas de alívio, quando meu telefone tocou. De início, achei que fosse mais uma daquelas propagandas impertinentes, mas olhando com atenção o número, atendi. Alguém me cumprimentou, me desejou um bom dia e perguntou se eu queria ouvir uma mensagem. Desconfiei um pouco, mas assenti. A voz dizia: Quero ler para você Isaias 41.10. E leu: “Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça”.

Para um desses momentos de vento forte, confesso que fiquei pasmo, nem quis saber quem estava falando e nem perguntei como conseguiu meu número. Vi que foi um momento de libertação! Um momento de socorro, me animando a prosseguir mais aliviado.

Então, você, como eu, filhos de Deus, suscetíveis às angústias de que Jesus falou, temos do Senhor o seu socorro. Quero compartilhar com você esta Palavra de Isaias 41.10! E lembrar, como lembrei mais uma vez, que o Senhor está sempre pronto a nos socorrer!

Isac Rodrigues

Continue Reading

Pobres e necessitados

É pelo fato de eu, você, sermos pobres e necessitados, que precisamos de um avivamento. “Eu sou pobre e necessitado; mas o Senhor cuida de mim: tu és o meu auxílio e o meu libertador; não te detenhas, ó meu Deus”, Sl 40.17.

Primeiro, o reconhecimento de pobreza e necessidade. Este reconhecimento é muito valioso para Deus. Segundo, quando ele interfere nessas condições precárias, é porque está cuidando de nós. De que modo “o Senhor cuida de mim”? Quando ele preenche lugares vagos nas importantes áreas da vida – espírito, alma e corpo.

Antes de tudo, ele deseja resolver o problema de pobreza e necessidade, avivando. Para tanto, nossa percepção deve estar atenta à necessidade de renovação antes de qualquer coisa. Daí nos lembramos do que Jesus falou: primeiro o Reino, depois as demais coisas. Porque poderemos possuir o que deseja o nosso coração se quisermos um avivamento. E por incrível que pareça, o ponto de partida é a pobreza e a necessidade.

Estamos fartos dos reinos humanos. Neles estão a soberba, a vaidade, o egocentrismo, o desejo desenfreado, o amor ao dinheiro, que abrem portas ao pecado. Do contrário, não veremos o Senhor em nós. “Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o Reino dos céus”, Mt 5.3; e então, estaremos diante da possibilidade de um poderoso avivamento com os “pobres e necessitados”.

Isac Rodrigues

Continue Reading

Quando Deus tira você para a libertação

Quando Deus tira você para a libertação, não impede que os problemas se levantem à sua espera, como o mar (Êxodo). Sonda o seu coração diante de cada novo obstáculo e o que espera é sua confiança. O mar pode ser um problema grave, por ser uma situação impossível. Suas forças são limitadas e impotentes. Que a única atitude é: o silêncio. Nada mais adianta e nem ajuda. Só há um clamor que sobe…
Então, o Senhor lhe trouxe um despertamento para resolver o problema. Como? Mandando outro problema maior e pior: faraó, que vem covardemente chegando pela retaguarda. Agora o seu problema virou um problemão, que o incita a clamar com todo o coração, a ponto de Deus perguntar: “Porque clamas a mim?”. Descobre que ele não o censura pelo clamor, e sim, que se admira pelo seu fervor! Ele o ensina que não se sente incomodado com suas orações. Pois ama ouvi-lo! A prova disto é: “Orai sem cessar”; “orando em todo o tempo”. Ensina que para tudo há um tempo, menos para a oração a ele, pois precisa ser feita, como diz, em todo o tempo! Daí que o problema maior resolverá os demais, e a saída é: tocar nas águas. Tudo porquê o Senhor tem suas promessas. Ele disse-lhe que há uma terra que mana leite e mel, e que você tem uma escolha a fazer – fé para vencer e tomar posse da promessa, nem que atravesse o deserto, pois é melhor seguir pelo deserto com ele, que é luz para o seu caminho, do que viver num Egito de densas trevas e falta de perspectiva, onde o seu chamado não se concretiza.
Isac Rodrigues

Continue Reading