Timóteo (1Tm 4)

Timóteo sofria discriminações por ser um obreiro jovem, sem poder exercer com eficiência o seu ministério. Como bom ministro de Jesus, ele tinha que ser “o exemplo (modelo, imagem, ideal, padrão) dos fiéis, na palavra, no trato, na caridade, no espírito, na fé, na pureza”, (v.12). Ele tinha que ter o habito da leitura e ter conhecimento para contrariar os ensinos errados. Tinha que exortar (falar claramente toda a Verdade e de perto) e ensinar.

Diante dos problemas, Timóteo tinha que despertar o dom de Deus dentro do seu coração – o dom de Deus para o trabalho. Isto nos ensina que alguns de nossos irmãos, ou nós mesmos, com chamada para o trabalho de Deus, persistem, ou persistimos na timidez, inferiorizados. Os que possuem a chamada de Deus em seus corações têm de vencer essas barreiras; do contrário, poderão atrasar os projetos de Deus em suas vidas.

Timóteo tinha que ter cuidado de si mesmo e ser perseverante! “Fazendo isto te salvarás” – vivendo uma vida santa, (v.12); deixando o Espírito Santo operar, (v.14); ensinando a sã doutrina, (vv. 13,15,16); guardando a fé, (6.20; 2Tm 1.13,14); vigiando sua vida espiritual, (v. 16).

Que o Senhor nos ajude a seguirmos a carreira que ele nos propôs, a fim de não sermos julgados pela omissão e, ou nem censurados por coisas que fazemos que não deveríamos.

Isac Rodrigues

Cevide

View more posts from this author

Compartilhe em sua rede social, blog ou site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *