Tempo de renovação

tempo de renovacao

(Reflexão)

A estação mais bela do ano vem no seu tempo exato. Nem antes, nem depois. A primavera, como alguém disse, é uma explosão silenciosa. A explosão que se dá na hora certa. A explosão que enche os olhos de cores.

O tão aguardado, o tão esperado, o tão prometido despertamento espiritual dar-se-á tal qual a primavera. Aquele tempo de florir e de cantar que há de chegar, Ct 2.12. Porque negar? Não pode, não, voltar atrás o que diz – o que diz a Escritura – que não pode Deus mentir, Tt 1.2. É fiel, é pontual; se falou, cumprir-se-á. Não tem, não tem como negar. Pois o tempo de cantar chega.

Estou por ver, meu desejo é, minha oração de todo dia: o deserto (transformar-se) em tanque de águas e a terra seca em mananciais, Is 41.18. O que há difícil a Deus? – aquilo que impedimos, Mt 13.58. Mas Deus pode e ele não conhece o impossível. É a fé que diz. A incredulidade deve ser removida. Seu desejo é avivar. Seu desejo é renovar. Avivar sua obra no meio de nossos pobres anos, renovar a esperança no meio deles. Ele deseja, e muito. Deseja ver-nos renovados por um despertamento genuíno e verdadeiro, para o que mandou fazer. Ele sabe que, sem a renovação, não faremos com paixão o que pediu. Precisamos de primavera para a floração, ele mandou que déssemos frutos, porque sem flores não há frutos. Então, precisamos de sua renovação. Confiemos. Recebamos.

Isac Rodrigues

Cevide

View more posts from this author

Compartilhe em sua rede social, blog ou site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *