Se Rebeca dissesse

Se-Rebeca-dissesse-b

(Reflexão)

“E era Abraão já velho e adiantado em idade, e o Senhor havia abençoado a Abraão em tudo” (Gn 24). Um dia, chamou seu servo, o mordomo, e pediu-lhe, sob juramento, que fosse à sua terra, à sua parentela, e lá tomasse uma mulher para o seu filho. Temendo voltar sem resposta, Abraão o tranquilizou: “Se não quiser seguir-te, serás livre deste meu juramento. O Senhor, em cuja presença tenho andado, enviará o seu anjo contigo”. Criou ânimo e enchendo-se de finos presentes, dentre eles pendentes e pulseiras de ouro, partiu. E já foi orando: “Ó Senhor, Deus de meu senhor Abraão, dá-me hoje bom encontro, e faze beneficência ao meu senhor Abraão”. Enquanto confiava, apareceu Rebeca! Vendo que prosperava, “inclinou-se e adorou ao Senhor” antes de chegar a casa. Lá, discorreu a sua missão à família da moça. Vindo o dia seguinte, na hora de voltar, “chamaram a Rebeca: Irás tu com este homem? Respondeu: Irei”.

Pensou o que pensei?, se ela dissesse “não”? Os “nãos” da vida podem acontecer! Ainda que oremos e adoremos! Ainda que anjos nos acompanhem! Todavia, o Senhor será fiel a que nenhuma das atitudes certas sejam extraviadas! Todas elas estarão diante de sua face! Ele, como diz a canção, “jamais dirá não”.

Isac Rodrigues

Cevide

View more posts from this author

Compartilhe em sua rede social, blog ou site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *