O céu está em silêncio

O-céu-está-em-silêncio

(Reflexão)

Somos um universo complexo nos sentimentos, emoções, pensamentos. Muito disto, propositalmente, não está desvendado, dado os cuidados (inacreditável!) de Deus. Ele não permite sabermos tudo de nossas complexidades. Ele deseja uma parte para si, senão tudo mesmo! Requer isto de nós todo dia! Todo questionamento deve, por esta causa, ser lançado diante dele! São questões que duram dias, meses, anos. Que dilema! Que fazer? A gente corre atrás de tudo para desvendar coisas ocultas; percorre o mundo, pesquisa, inquire os sábios. Talvez não haja erro algum nisto, porém não teremos as melhores respostas às indagações. Há coisas que não são respondidas quando queremos. Perguntamos a Deus e não obtemos resposta; nem por um dia, um mês ou um ano. Então, dizemos que o céu está em silêncio.

Não gostaríamos que as questões passassem à noite conosco e amanhecêssemos com elas, sem previsão de respostas. Gostaríamos, sim, que fossem entendidas e resolvidas ainda hoje! Quão apressados somos! Por falta de onisciência ou onipotência (nenhum mortal as possui), a única saída, a que achamos difícil, é pela porta da oração. Oração não é vaidade, ou símbolo de grande santificação. É necessária aos pobres de espírito que esperam respostas. Enquanto esperamos, comuniquemos nossas necessidades uns aos outros e partilhemos com Deus a comunhão. Chegará a hora em que o céu romperá o seu silêncio.

Isac Rodrigues

Cevide

View more posts from this author

Compartilhe em sua rede social, blog ou site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *