Fé nas promessas (1)

fe-nas-promessas

(Reflexão)

Possuímos uma, ou mais dessas quatro classificações de fé: A primeira, “fé comum” (Tt 1.4). Paulo fala da salvação “de Jesus Cristo, nosso Salvador”. É a que se recebe pelo Espírito Santo que convence “o mundo do pecado, e da justiça e do juízo” (Jo 16.8).

Fé natural, a segunda. A que nasce com todos os seres humanos. Cremos em coisas, em acontecimentos, naquilo que ouvimos e no que vemos. Nesta, até o ateu tem fé; ele precisa crer que Deus não existe para poder sustentar o seu ateísmo.

Fé como dom espiritual, a terceira. “E a outro, pelo mesmo Espírito, a fé” que é dada (1Co 12.9). É a que realiza o sobrenatural. Nem todos a recebem, embora possuam a fé para a salvação e, ou a fé natural. Uns e outros somente a recebem. Os dons são repartidos. O fato de alguém não possuir o dom da fé, não comprometerá a sua salvação. O que rege os dons? O amor; de sorte que, se “ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria” (1Co 13.2).

Fé como fruto do Espirito (Gl 5.22) na vida do cristão, a quarta. É a que se firma nas promessas de Deus. Tens promessas dele em sua vida? Já pensou em todas as verdades da Palavra de Deus? Sobreviveria sem ter o que esperar? (Aguarde-nos na segunda parte)

Isac Rodrigues

Cevide

View more posts from this author

Compartilhe em sua rede social, blog ou site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *