Chamado à salvação e à ação

(Reflexão)

Jesus fez dois grandes chamados (dentre outros) para importantes coisas, registrados em Mt 11.28-30 e em Mc 1.17. O primeiro é um chamado à salvação; o segundo, um chamado à ação.

Um chamado à salvação, porque o Deus que “amou o mundo de tal maneira” (Jo 3.16), desejou dar aos cansados e oprimidos, alívio e descanso! Havia, sim, quem não tinha interesse por uma nova vida. Jesus perguntou a um homem doente: “Queres ficar são?” (Jo 5.6). O homem (doente por trinta e oito anos) desejou mudanças e recebeu a cura. A pergunta de Jesus é esclarecedora! Todavia, o chamado de Jesus para a salvação, em Mateus, tem alcançado a muitos!

Um chamado à ação, porque Deus tinha em mente que os salvos fossem trabalhar em seu reino. O trabalho, instituído por Deus antes da queda espiritual do homem (Gn 2.15), só dignifica! Viver “fugitivo e vagabundo na terra” (Gn 4.14) não faz bem para ninguém! Então Jesus diz em Marcos: “Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens”. Um chamado à ação é o passo imediato à salvação. Ação para amar “o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento”; ação para amar “o teu próximo como a ti mesmo” (Mt 22.37-39), que são os que vivem perdidos no mundo, aos quais são enviados pescadores de homens que lhes anunciarão um importante chamado à salvação para em seguida receberem um importante chamado à ação!

Isac Rodrigues

Cevide

View more posts from this author

Compartilhe em sua rede social, blog ou site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *