As flechas do amor – 5

A flecha de todas as idades (b) – Desejei saber pelas Escrituras a questão das idades. Parecia não encontrar nada que explicasse. Numa madrugada li em Rute os seguintes versículos que me chamaram a atenção: “…Tenho eu (Noemi) ainda no meu ventre mais filhos, para que vos sejam por maridos? (…) já mui velha sou para ter marido; ainda quando eu dissesse: Tenho esperança, ou ainda que esta noite tivesse marido e ainda tivesse filhos, esperá-los-íeis até que viessem a ser grandes? Deter-vos-íeis por eles, sem tomardes marido? Não, filhas minhas, que mais amargo me é a mim do que a vós mesmas; porquanto a mão do Senhor se descarregou contra mim” (Rt 1.11-13).

Veja a expressão: “…e ainda tivesse filhos, esperá-los-íeis até que viessem a ser grandes? Deter-vos-íeis por eles, sem tomardes (outro) marido?”. Sendo possível à Noemi que isso acontecesse, seria erro de suas noras esperarem pelo crescimento de seus filhos e se casarem com eles? Não seriam eles muito jovens para se unirem a pessoas de avançada idade? O mesmo se daria se fossem genros; eles esperariam? Haveria erro nisto? Graças a Deus que a Palavra sempre terá resposta às dúvidas e não haveria condenação alguma! Deus mesmo não faria disto um impedimento, conquanto que as escolhas estivessem inseridas no contexto de seu projeto. Paulo diz: “A mulher casada está ligada pela lei todo o tempo que o seu marido vive; mas, se falecer o seu marido fica livre para casar COM QUEM QUISER (com a idade que for), contanto que seja no Senhor” (1Co 7.39). Comigo foi isto.

Isac Rodrigues

Cevide

View more posts from this author

Compartilhe em sua rede social, blog ou site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *