Ocasião para o esvaziamento

Jesus mesmo disse: “e por se multiplicar a iniquidade, o amor de muito esfriará” (Mt 24.12). Jesus não disse isto para que isto acontecesse! Ele disse pelo fato de que isto mesmo iria acontecer! Iniquidade multiplicada! A iniquidade é o “caráter daquilo que é iníquo, que é contrário à equidade” (dic.). O iníquo é aquele que é mau, perverso, malévolo, que pratica a maldade, que se inspira no mal que Jesus mesmo citou em sua oração quando disse: “livra-nos do mal” (Mt 6.13). Mal, a obra maledicente, mortífera, vinda do diabo. Satanás gera iníquos, e por eles multiplica a maldade. Seu tempo é chegado e ele trabalha incansavelmente para dar inspiração, para que o amor diminua, e ninguém mais se importe com ninguém e com nada.

Um grande problema da última hora! Veja, os interesses egoístas dos homens, nessa esfera de maldade, esfriando o amor. A falta de alegria da salvação, esfriando o amor. O mergulho das pessoas nas tecnologias do avanço científico, esfriando o amor (tecnologia esta que poderia ser bênção e alegria pela causa do Evangelho de Jesus).

Você, que alguma vez já teve a sua confiança traída, ainda tem somado às suas provações os ataques da sua fé, os ataques em seu ânimo de servir, os ataques das suas perspectivas tão otimistas levadas a Deus em oração e lágrimas. Persevera. Vai até o fim. Nunca dê ocasião à multiplicação da iniquidade esvaziar o seu coração. Você é do Senhor!

Isac Rodrigues